Osmp Prompter - Soluções em roteiros digitais.

Uso do Teleprompter

Aprenda a usar bem o teleprompter

         


O uso do teleprompter tem sido cada vez mais comum nos mais diferentes tipos de eventos, desde pronunciamentos de presidentes da república, lançamentos de produtos feitos por executivos, até agradecimentos de homenagens.

O teleprompter é um equipamento muito simples e bastante eficiente, idealizado para permitir a leitura de textos de maneira que os ouvintes mal percebam que você está lendo. O texto é produzido por um programa próprio de computador e projetado sobre placas de cristal que ficam à sua frente, por meio de monitores.

Devido à angulação das placas e à sua superfície espelhada, você consegue ler o texto refletido como se estivesse mantendo contato visual com a platéia falando de improviso, de forma que os ouvintes praticamente não percebam a leitura.

As placas de cristal transparentes permitem que o público veja o seu rosto sem perceber o texto projetado pelo monitor, por causa de um tratamento próprio em sua superfície.
No princípio, o teleprompter foi utilizado nos estúdios de televisão, principalmente para apresentações de programas jornalísticos. Nesse caso, dentro dos estúdios, a placa de cristal é acoplada com angulação própria, em frente à câmera.

Com este sistema você lê o texto projetado na placa espelhada e, como olha na direção da lente da câmera, os telespectadores recebem a mensagem como se estivesse falando de improviso.

Mais tarde, os políticos, depois de conhecerem as vantagens desse recurso nos seus pronunciamentos pela televisão, passaram a utilizá-lo em outros ambientes e, hoje, profissionais de todas as áreas, em especial empresários e executivos, se valem do teleprompter nas suas apresentações.

A instalação de duas placas de cristal colocadas lateralmente, refletindo o mesmo texto, permite que você gire a cabeça e o tronco como se estivesse olhando para todo o auditório. Podem ser colocadas placas de cristal adicionais se a circunstância exigir ou indicar a conveniência de maior deslocamento seu na frente do público.

Em geral, os aparelhos de teleprompter possuem placas de cristal de aproximadamente 20 centímetros de largura por 25 de altura, fixadas em hastes reguláveis de acordo com a sua estatura. De maneira geral, cada placa comporta de quatro a sete linhas de até 20 caracteres por linha, cerca de quatro a cinco palavras.

Essa quantidade de linhas e de palavras pode ser alterada de acordo com o tamanho de letras utilizado como fonte. Para que você possa fazer a melhor escolha, as empresas prestadoras desse serviço costumam disponibilizar três opções de fontes, que são selecionadas conforme a sua capacidade de leitura.

As placas produzidas com essas características ficam praticamente imperceptíveis a partir de 6m de distância do público. Em geral, são instaladas de 1m a 1,5m de distância de onde você vai ficar, para uma perfeita visibilidade do texto.

Os programas são preparados para que você possa armazenar o texto em um pen drive. Assim, você pode fazer um treinamento criterioso sozinho, em casa ou no escritório, e, na hora da apresentação, bastará colocar o pen drive no computador para ter o discurso da forma como foi ensaiado.

Um teleprompter completo poderá ser adquirido ou alugado. A opção vai depender muito da freqüência com que for utilizado. De maneira geral, quando o uso é apenas esporádico, o aluguel é sempre mais conveniente, pelo fato de você poder contar com os equipamentos mais atualizados e com a assistência de um operador experiente.

É preciso certo treino para se habituar à leitura de quatro a cinco palavras por linha, sem ter a visão de toda a frase. Nas primeiras vezes, a fala poderá sair um pouco truncada e você talvez se apresente com artificialismo. Com a prática, a leitura adquire um ritmo natural e o comportamento diante do aparelho passa a ser espontâneo.

Quinze orientações importantes para você usar bem o teleprompter


1 - Faça um bom treinamento antes de lançar mão desse recurso na frente do público.

2 - Pratique, sozinho ou com a ajuda de algum orientador, pelo menos dez leituras de textos diferentes de, no mínimo, cinco minutos cada uma.

3 - Durante o treinamento, desenvolva principalmente o sincronismo entre a leitura das informações projetadas na tela e a comunicação visual com a platéia.

4 - Se fizer seus exercícios num auditório, imagine que os ouvintes estejam sentados nas cadeiras vazias e fale olhando para eles, como se os estivesse vendo. Assim você não fixará demais os olhos na placa de cristal.

5 - Não tenha pressa em chegar ao final do texto; as palavras não desaparecerão da placa enquanto você não terminar de ler.

6 - Sempre que puder, valha-se da assistência de um operador para regular a velocidade do texto de acordo com o ritmo da sua leitura.

7 - Se você apressar a leitura, o operador o acompanhará, acelerando a velocidade da projeção. Como conseqüência, você aumentará ainda mais a velocidade da leitura para acompanhá-lo. Esse círculo vicioso poderá prejudicar a apresentação.

8 - Tenha calma e tranqüilidade. Lembre-se sempre de que a velocidade do operador seguirá a sua velocidade de leitura.

9 - Fale de forma cadenciada e com bom ritmo, atendendo às pausas e enfatizando as informações mais importantes.

10 - Exercite a movimentação da cabeça olhando de um lado a outro da platéia, para desfazer a rigidez da postura e demonstrar mais naturalidade com o giro do tronco, mesmo que você esteja usando apenas uma placa de cristal para leitura.

11 - Cuidado para não virar a cabeça enquanto estiver lendo o texto no teleprompter, pois a cabeça se voltaria para um lado da platéia, enquanto os olhos continuariam voltados para o outro, acompanhando o texto.

12 - Para ter postura natural, gire a cabeça de um lado para o outro somente no final das frases. Não há necessidade de girar a cabeça sempre a cada frase.

13 - Deixe o semblante arejado e descontraído, para evitar que os ouvintes percebam a concentração no texto e o processo de leitura.

14 - Faça o possível para não mexer os olhos durante a leitura. Treine para manter os olhos fixos no meio da linha e em condições de ler a frase toda sem se movimentar.

15 - É conveniente que você leve o texto impresso em papel e fale com as folhas nas mãos ou apoiadas sobre a tribuna, para dar a impressão de que, de vez em quando, você consulta o texto como um roteiro. Além disso, como nunca se sabe o que pode ocorrer com aparelhos eletrônicos, na eventualidade de algum defeito, você estará seguro com o texto nas mãos, podendo continuar a leitura naturalmente.

 Reinaldo Polito é mestre em ciências da comunicação, palestrante e professor de expressão verbal. Escreveu 19 livros que venderam mais de 1 milhão de exemplares

Site: www.reinaldopolito.com.br
e-mail: polito@uol.com.br

 


 


Copyright © OSMP Prompter / Criacao e Sites: Brasil na Web